MUNDO DOS CHÁS

Benefícios

Nos primórdios, o chá era consumido pelos seus benefícios e ao longo do tempo a bebida foi sendo desenvolvida socialmente e apreciada por si só. Durante este tempo, muitas pesquisas foram feitas em cima da planta do chá, mostrando as propriedades em sua composição, conforme veremos.

A Camellia sinensis e suas variedades são plantas com alta porcentagem de água (70-80%) e em sua composição encontramos 40% de produtos insolúveis (clorofila, resinas, etc.) e 60% de produtos solúveis que podem ser repassados à infusão do chá, dependendo da sua fabricação. Vamos conhecer estes elementos logo abaixo:

Polifenóis (antioxidantes)

Taninos (substâncias fenólicas que dão adstringência e amargor à bebida, um tipo de polifenol). Ajuda no controle do colesterol e de crises de diarréia.

Flavonóides (catequinas: galocatequinas [GC], epicatequinas [EC], epicatequinas galato [ECG], epigalocatequinas [EGC] e epigalocatequinas galato [EGCG]. Ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares, diminui o risco de câncer e previne o envelhecimento da pele. Outros flavonóides na composição (quercetina, kaempferol, myricetina) têm propriedades anti-inflamatórias.

Teaflavinas e Tearubiginas (polifenóis obtidos na polimerização das catequinas acima). Dá a coloração cobre ao liquor.

Alcalóides

Cafeína (alcalóide presente no chá, igual ao do café)*. Estimula o sistema nervoso central e nos deixa acordados e focados. Em conjunto com os polifenóis, sua absorção pelo corpo é controlada, durando mais tempo e diminuindo a retenção de gordura.

Teobromina (alcalóide diurético).

Teofilina (alcalóide que estimula o sistema respiratório).

Protídios

Teanina (amino ácido) com propriedades antiestresse, aumenta as ondas alfa que estimulam a atividade no cérebro, melhorando o foco e concentração, mantendo corpo e mente calmos.

Proteína a sua quebra na composição é a maior responsável pela formação de componentes aromáticos.

Sais e Minerais (flúor, cálcio, zinco, potássio e magnésio). O flúor combinado com os efeitos dos polifenóis ajudam a proteger os dentes. Não há sódio/sal em sua composição original.

Vitaminas (A, B1, B2, B6, B12, C e D).

– Substâncias voláteis. Formam parte dos aromas – mais de 600 identificados.

* Cafeína no chá
A cafeína compreende de 1.4% a 4% do peso de uma folha de chá.

A cafeína de um café expresso possui por volta de 300 mg, enquanto no café coado, 115 mg. Em uma xícara de chá vai de 25 a 70 mg.

Muitos fatores determinam a quantidade de cafeína (e de outros componentes) em um chá. A variedade da planta, altitude, clima, tempo de infusão, etc. podem influenciar diretamente em seu conteúdo final.

Fonte:
http://www.lef.org/magazine/2008/4/New-Research-On-The-Health-Benefits-Of-Green-Tea/Page-01
http://authoritynutrition.com/top-10-evidence-based-health-benefits-of-green-tea/
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK92768/
http://en.wikipedia.org/wiki/Green_tea#Research_and_health_effects
“Manual del Sommelier de Té – TEA SOMMELIER HANDBOOK”, Victoria Bisogno & Jane Pettigrew
http://escoladecha.com.br – Escola de Chá Embahú